quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

VITÓRIA HISTÓRICA PROFESSORES E PROFESSORAS DE NOSSA CIDADE E REGIÃO

Como Conselheiro Estadual não tinha nenhuma informação oficial até essa terça 22/12/2014, mas conforme informações recentes da coordenação de nossa subsede, tivemos resposta positiva na sexta feira a tarde com relação a redução do número de alunos devido aos problemas de demandas entre rede Municipal e Estadual de educação.
Depois de muita mobilização com a realização de um ato vitorioso em Novembro na porta da diretoria de ensino, visita a câmara municipal para moção de apoio, audiência pública com o hoje o ex - Secretário de Educação, mobilização de deputados estaduais pressionando o secretário, ato com entrega de documento ao Governador e demais ações, podemos dizer que tivemos um grande avanço para nossa categoria em nossa cidade e região, nossa subsede com seus conselheiros estaduais, regionais, representantes e demais filiados fazem parte dessa história de luta e avanço.
Mas a luta continua pela aplicação da lei do piso, melhores condições de trabalho e salário, fraternos abraços.
                      Audiência Pública 17/12/2014, questionando hoje ex Secretário Educação SP
                     Deputado Estadual Baleia Rossi que apoiou nossa demanda concedendo entrevista
            Deputado Estadual Rafael Silva que apoiou nossa demanda concedendo entrevista
             Com professores na Câmara pedindo apoio que resultou em moção em favor de nossa luta
 Professor e Conselheiro Regional em Audiência na Assembléia dia 17/12/2014 questionando Secretário
 Com Professor Carlos e Roberto e Deputada Estadual Leci Brandão que também apoiou nossa luta
 Ato com professores e professoras em frente a diretoria de ensino, Novembro 2014
Professor Victor, Roberto e Diretor Apeoesp Julio em audiência na Assembléia
Em ato dia 17/12/2014 entregando documento ao Governador sobre nossas demandas

Cobranças ao Governador!

Primeiro gostaria de agradecer aos professores e professoras que compareceram na visita do Governador a nossa cidade na inauguração do Trevão e na oportunidade reiteramos através de um documento a cobrança para redução no número de alunos por sala e aplicação da lei do piso para que nenhum professor e professora seja removido de sua escola ou mesmo alguns fiquem desempregados, vamos continuar nessa luta e por enquanto aguardamos o posicionamento da Secretaria de Educação sobre nossa demandas para que de fato todos possam ter um Feliz Natal e Boas Festas com melhores condições de trabalho e salário hoje e sempre.



sábado, 20 de dezembro de 2014

Audiência Pública com Secretario Educação SP

No último dia 17/12/2014 nós Professores organizados na Apeoesp subsede Ribeirão Preto estivemos na Assembléia Paulista em audiência publica com o Secretário de Educação de SP, na oportunidade eu o questionei sobre a situação dos professores no próximo ano para a possibilidade de redução de alunos por sala em nossa cidade, ouvi que está sendo feito estudos e que mesmo assim teremos professores adidos, estamos em alerta nessa luta pela redução e garantia de aulas para todos professores, gostaria de agradecer a presença dos Deputados Rafael Silva e Baleia Rossi na audiência questionando o Secretário a favor de nossa luta, o Deputado Welson Gasparini foi convidado mas não compareceu, abaixo segue o áudio das entrevistas, vamos continuar mobilizados e na luta para que nossos professores não sejam removidos e tenhamos melhores condições de trabalho e salário.




Com Deputada Estadual Leci Brandão que se comprometeu em encaminhar nossas demandas.
Obs: Gostaria de agradecer o Conselheiro Regional Roberto Tofoli que me acompanhou nas entrevistas e conversas com os Deputados.



  

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Audiência Pública com Secretário Educação

Amanhã dia 17/12/2014 teremos uma conferência sobre escola de tempo integral promovido pela Apeoesp e a tarde acompanharemos a reunião da comissão de Educação e Cultura com o Secretário de Educação do Estado de SP, Prof. Dr. Herman Jacobus C. Voorwald, que prestará contas do andamento de sua gestão, onde teremos a oportunidade de questiona-lo sobre o atendimento as demandas dos professores e professoras de nossa cidade, principalmente com relação a redução de alunos por sala para evitar que professores fiquem adidos conforme ato que realizamos em nossa cidade devido ao 9° ano na rede municipal que acarretara fechamento de salas do 1° ano do ensino médio em várias escolas.
Aguardaremos as presenças dos Deputados Estaduais de nossa cidade Baleia Rossi - PMDB, Welson Gasparini - PSDB e Rafael Silva - PDT, para na oportunidade apoiar nossa luta contra o fechamento de salas em nossa cidade.
Abaixo segue os horários das atividades na Assembléia Legislativa
Evento Horário: 8h00 às 12h00./ Conferência sobre Escola de Tempo Integral - APEOESP - Sindicato dos Professores de Ensino Oficial do Estado de São Paulo.
Local Auditório Teotônio Vilela
Reunião da Comissão de Educação e Cultura com a finalidade de: 1 - apreciar pauta com 5 itens e 2 - ouvir o Excelentíssimo Senhor Secretário de Estado da Educação, Prof. Dr. Herman Jacobus C. Voorwald, que prestará contas do andamento de sua gestão, bem como demonstrará e avaliará o desenvolvimento de ações, programas e metas afetos a sua Pasta, nos termos do art. 52-A da Constituição do Estado de São Paulo.
Local Auditório Franco Montoro
Vamos tentar entrevistar o Secretário e teremos um link amanhã com o Programa de rádio Programa Fala Sério na rádio 79 a partir das 8:30, acompanhem para maiores informações, abraços.

sábado, 13 de dezembro de 2014

Feliz Natal e Boas Festas Professores e Professoras



Saudações

Estamos chegando ao final de mais um ano, gostaria de ressaltar algumas informações como o corte de verbas da educação para o ano que vem, que chega a mais de 800 milhões conforme link que posto abaixo, o fim do residência educacional que vai deixar mais de 10.000 estagiários fora da sala de aula,  aqui em Ribeirão estamos aguardando uma resposta sobre a viabilidade de redução do número de alunos por sala devido ao 9° ano no município, fizemos um ato vitorioso em frente a D.E e estamos aguardando a resposta para evitar que professores fiquem adidos no ano que vem.

Professores categoria O acessem o link abaixo da Apeoesp para terem mais informações sobre aulas para o ano que vêm, é só preencher o questionário,  atribuição será no dia 21 de janeiro e o 13° já está provisionado para o dia 19, mesmo diante de tantos desafios e ataques a nossa classe, desejo a todos e todas um Feliz natal e Próspero Ano Novo, e que no ano que vem possamos estar mais unidos e mobilizados para de fato construirmos uma Educação Pública, de Qualidade com respeito as condições de Trabalho e Salário, fraterno abraços a todos e todas.

http://www.apeoesp.org.br/noticias/noticias/professores-lutam-por-estabilidade-contratual/




Fábio H. G. Sardinha
Professor, Comunicador e Estudante Pedagogia
Conselheiro Estadual Apeoesp

" Uma oportunidade para quem faz, para juntos fazermos muito mais"

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Novidades ano que vem!!

Bom dia, ontem estivemos reunidos novamente em nossa subsede Apeoesp para avaliar as ações contra o fechamento de salas no ano que vem e demais demandas de nossa categoria como a jornada, categoria O dentre outros, já tenho informações que ano que vem teremos algumas mudanças para minimizar a situação de professores e professoras que poderão ficar adidos devido ao fechamento de salas, vamos aguardar, mais tarde posto algumas novidades sobre essa situação.

domingo, 23 de novembro de 2014

Consciência Negra

Na semana do Feriado da Consciência negra enviei um pequeno texto ao jornal a Cidade após ler a opinião de um leitor no mesmo jornal se amparando numa suposta lógica justificando o genocídio principalmente de jovens negros nas periferias por eles serem em tese maioria em nossa sociedade, de posse de alguns dados encaminhei um texto fazendo a reflexão o por que essa suposta lógica não se faz presente nas universidades, postos de trabalho e demais espaços em nossa sociedade.
Hoje foi publicado meu texto e também tive a grata felicidade de ver no Jornal uma matéria com um grande amigo de faculdade que cursamos juntos História, Arthur Barros, que prepara a instalação de um Centro de Documentação sobre negros e minorias raciais no Arquivo Histórico de nossa cidade.
E por conviver com pessoas como ele, principalmente nos bancos universitários, que hoje tenho a consciência sobre a importância das políticas públicas e afirmativas a favor da população negra como efetivo combate às desigualdades sociais que os mesmos enfrentam por séculos e séculos de escravidão e invisibilidade social, e por isso gostaria de parabenizar Arthur por esse projeto que traz a luz da história a contribuição de negros e negras para formação de nossa Ribeirão que jamais pode ser relegada as futuras gerações.


sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Reunião APEOESP 04/11/2014 com SEE

Em reunião mantida na tarde de terça-feira, 04/11,com a Secretária Adjunta da Educação, professora Cleide Bochixio, a Diretoria da APEOESP tratou dos seguintes assuntos de interesse da nossa categoria:
Crise hídrica – situação das escolas
A Presidenta da APEOESP, professora Maria Izabel Noronha, questionou sobre informação que tem circulado nas redes sociais e nas escolas de que haveria a antecipação do encerramento do ano letivo em função dos problemas de abastecimento de água nas unidades escolares. A Secretária Adjunta disse que não existe qualquer discussão neste sentido no âmbito da SEE.
A Diretoria da APEOESP, entretanto, insistiu no assunto, mencionando o caso de muitas escolas que experimentam falta d´água, inclusive para a higiene dos banheiros e para beber. A APEOESP cobrou da SEE que mantenha as escolas funcionando em condições adequadas de abastecimento d´água e higiene – com caminhões-pipa, por exemplo – de forma a cumprir o ano letivo sem que professores e alunos precisem repor aulas durante o recesso ou férias.
Reiteramos a solicitação expressa no Boletim CRRR para que as subsedes façam o levantamento da situação nas escolas, informando por meio do Portal da entidade: http://www.apeoesp.org.br/falta-d-agua.
Atribuição de aulasA APEOESP, uma vez mais, reivindicou a realização da atribuição de aulas centralizada nas Diretorias de Ensino, para que os professores F e O possam concorrer em condições de equidade, considerando-se, inclusive, seu tempo de serviço na rede estadual de ensino.
A Secretária Adjunta justificou a atribuição nas escolas, num primeiro momento, para manutenção das equipes escolares. Diante, porém, de ponderações sobre distorções que ocorrem no processo (como, por exemplo, escolas com muitos professores da categoria F e outras com carência de professores), disse que discutirá internamente na SEE a possibilidade de centralização.
A Secretária Adjunta justificou a atribuição nas escolas, num primeiro momento, para manutenção das equipes escolares. Diante, porém, de ponderações sobre distorções que ocorrem no processo (como, por exemplo, escolas com muitos professores da categoria F e outras com carência de professores), disse que discutirá internamente na SEE a possibilidade de centralização.
Categoria O
A APEOESP, mais uma vez, questionou sobre a possibilidade de inscrição dos professores da categoria que não estão com contratos em vigor ou que encerram seus contratos em 2014 e, também, sobre o envio de projeto de lei para extinção da duzentena, estendendo-se a quarentena para todos os temporários.
A Secretária Adjunta informou que o projeto de lei foi encaminhado pela SEE para as instâncias superiores do governo.Ela disse ainda que reiterou cobrança por uma posição do Governo, mas não obteve resposta.
Por ora, sem a aprovação deste projeto, os professores que encerram seus contratos em 2014 devem cumprir a duzentena, podendo inscrever-se apenas para o cadastro emergencial, assim como os professores que cumpriram quarentena, mas não são remanescentes do concurso. Estes, cerca de 70 mil professores, foram inscritos automaticamente. No total foram inscritos 238 mil professores para a atribuição de aulas, sendo 42 mil da categoria O.
A Secretária Adjunta informou que pretende abrir o cadastro emergencial logo no início do ano e concordou que a inscrição se faça nas Diretorias de Ensino. A APEOESP voltou a informar que tem ação judicial em andamento e solicitou que, caso se confirme a inscrição apenas para o cadastro emergencial, que ela seja feita nas Diretorias de Ensino, para assegurar maior justiça no processo de atribuição de aulas.
Inscrição: correção da contagem de pontos
Frente a uma dúvida surgida durante a reunião, a Secretária Adjunta alertou que os professores que tenham notado qualquer incorreção nos dados sobre a sua contagem de pontos durante a inscrição devem solicitar a correção na unidade escolar.
Titulares de cargo
A Presidenta da APEOESP apresentou solicitação de que os professores titulares de cargo possam fazer a complementação da jornada e que possam também optar pela jornada reduzida de trabalho. Alertou que tais restrições acontecem porque está ocorrendo fechamento de classes, sem que haja um estudo efetivo da sazonalidade da demanda nas regiões. Muitas classes são fechadas por decisão unilateral de diretores e dirigentes.
Solicitou, assim, que não haja fechamento de classes em 2015 e que seja feito este estudo durante o ano para melhor organização da rede em 2016.
A Secretária Adjunta comprometeu-se a levar proposta para discussão na Secretaria e, inclusive, aventou a possibilidade de reativação dos grupos de planejamento compostos por diretores de escolas no âmbito das DEs, para que sejam realizados esses estudos.
Ingresso dos professores PEB I 
Questionada pela APEOESP, a Secretária Adjunta informou que o ingresso dos professores de educação básica I (PEB I) que serão aprovados no concurso se dará no início de 2015.
Ingresso dos professores PEB II
Ela voltou a dizer que não há data prevista para a nova chamada dos professores aprovados no concurso de PEB II, porque ainda estão ocorrendo “acomodações” na rede. Disse, porém. que o concurso será prorrogado e que a nova chamada
provavelmente ocorrerá no decorrer de 2015 para posse em 2016.
Evolução Funcional pela Via Não Acadêmica
Frente a informações de professores de que não estão conseguindo realizar a Evolução Funcional pela Via Não Acadêmica, pois as Diretorias de Ensino estariam informando que os procedimentos estariam suspensos por ordem da SEE, a Secretária Adjunta afirmou que isto não procede e que orientará as DEs a darem prosseguimento normal aos processos.
Minutas do Estatuto do Magistério
A Diretoria da APEOESP solicitou à Secretária Adjunta que se pronunciasse sobre uma possível retomada da tramitação das minutas de alteração do Estatuto do Magistério que circularam na rede há alguns meses. Ela foi taxativa em afirmar que as minutas não estão mais em discussão e que não serão retomadas. Em todo o caso, continuamos alertas.
Perícias médicas
A Diretoria da APEOESP demonstrou com números que houve um aumento de 300% no número de licenças médicas negadas aos professores, com a passagem deste serviço para o âmbito da SEE.
Também foram relatados casos de atendimento dos professores por profissionais de áreas diversas e de médicos com suposto credenciamento inadequado (por exemplo, cirurgia plástica).
A Secretária Ajunta reconheceu que faltam principalmente profissionais de ortopedia e psiquiatria nos polos regionais e solicitou que todas as denúncias sejam feitas por escrito e com informações suficientes para o descredenciamento do profissional, se for o caso. Essas denúncias devem ser encaminhadas para presiden@apeoesp.org.br.
Agendamentos em locais distantesA APEOESP informou à Secretária Adjunta que está encontrando dificuldades para obter reagendamentos de perícias médicas agendadas para locais distantes do local de residência e/ou trabalho do professor. A Secretária Adjunta comprometeu-se a reativar o canal antes existente entre a APEOESP e a CGRH para esta finalidade.
Falta médica parcial
A Lei Complementar 1.041/08 prevê o direito à falta-médica parcial, ou seja, que o servidor que “entrar após o início do expediente, retirar-se antes de seu término ou dele ausentar-se temporariamente, até o limite de 3 (três) horas diárias, desde que sujeito à jornada de 40 (quarenta) horas semanais ou de no mínimo 35 (trinta e cinco) horas-aulas semanais, no caso de docentes integrantes do Quadro do Magistério”, não sofrerá nenhum desconto pecuniário.
Ocorre que, com a vigência da Resolução SE 08/2012, os professores que têm carga horária de 35 horas-aula (soma de horas com alunos e HTPC e HTPL) passaram a ter negados os pedidos de falta-médica parcial, sob a alegação de que não contam com 35 horas (60 minutos) semanais de carga horária.
A APEOESP apresentou este problema à Secretária Adjunta, que se comprometeu a estudar a questão, com vistas a uma possível solução.

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Viva O Dia do Saci



Bom dia meus caros, e vamos celebrar o nosso dia do Saci Pererê, que é um menino de 90 anos, nasceu pelas mãos de Monteiro Lobato, que propagou essa figura do imaginário popular, principalmente nos rincões de nosso Brasil rural, com todo respeito as bruxas de Halloween, mas moro no Brasil e hoje dia 31, é dia do saci, celebre você também compartilhando a imagem de nosso velho jovem menino de cachimbo, gorro vermelho de uma perna só, que nas suas travessuras no Reino encantado de Monteiro e no imaginário de nossas crianças e adultos representa nossa cultura nacional.


 Salve hoje e sempre nosso Saci Pererê!







Fala Sério

Estivemos no dia 30 de Outubro em mais um programa Fala Sério, bem acompanhado de bons debatedores, boa música e claro a participação mais que especial de telespectadores.

domingo, 19 de outubro de 2014

EDUCAÇÃO: UM GRANDE MOTIVO PARA VOTAR EM DILMA

Segue abaixo alguns dados interessantes sobre os avanços nos últimos anos em educação no Governo Dilma, acho interessante antes de você definir seu candidato dê uma pesquisada, conheça melhor os projetos dos dois partidos e escolha de forma consciente e não apenas influenciado muitas vezes pela grande mídia e demais agentes a serviço da desinformação ao cidadão, por isso posto abaixo alguns dados oficias sobre educação que foi compartilhado por Cesar Callegari que é sociólogo e Secretário Municipal de Educação de SP.

Afirmo que em toda a história do Brasil nada chega perto dos avanços educacionais conseguidos nos governos Lula e Dilma e, claro, com o trabalho dedicado dos valorosos educadores brasileiros. Eles de fato dão prioridade à Educação.

Confira:
1. Prioridade é ter multiplicado por 5 os investimentos feitos em Educação. O orçamento do MEC saltou de R$ 17 bilhões em 2002 (FHC), para R$ 94 bilhões em 2014 (DILMA), crescimento de 150% descontada a inflação. Tudo executado com o devido rigor e a necessária transparência. Em 12 anos, nunca houve sequer uma denúncia, ainda que mal intencionada e caluniosa, envolvendo o MEC.

2. O FUNDEB, que com Lula e DILMA passou a financiar da creche ao ensino médio, começou com R$ 46 bilhões em 2007 e hoje movimenta R$ 120 bilhões em todos os estados e municípios brasileiros. E mais: 60% exclusivamente destinados ao pagamento dos professores. Com o aumento de investimentos, o ensino fundamental passou a ter 9 anos de duração e cresceram as matrículas na educação infantil, no ensino médio, na educação de jovens e adultos e na educação especial para pessoas com deficiência. Como também cresceu, por outro lado, a educação superior, técnica e profissional. Cresceram e, no geral, vêmmelhorando, apesar dos imensos desafios de qualidade ainda a serem enfrentados. Foram criados indicadores nacionais, como o IDEB, que permitem a todos acompanhar o desempenho das escolas e a aprendizagem dos alunos.

3. Prioridade é ter liderado a construção do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa - todas as crianças alfabetizadas até os 8 anos de idade - mediante a mobilização, apoio e formação para
317 mil professores alfabetizadores em parceria com todos os estadose 5400 municípios.

4. Prioridade em Educação é ter criado o piso salarial do magistério, as diretrizes nacionais para a sua carreira e, agora com o PNE, garantir a equivalência salarial dos professores com a de outros profissionais de mesmo nível.

5. Prioridade é investir na qualidade do magistério, é ter criado a Universidade Aberta do Brasil (UAB), com as melhores universidades públicas brasileiras a serviço da formação e aperfeiçoamento dos educadores e outros profissionais. É ter criado o PIBID oferecendo orientação e bolsas que ajudam a formar com qualidade os novos profissionais da educação.

6. Prioridade é ter feito a maior ampliação da nossa história na rede federal de educação superior, técnica e tecnológica e ter apoiado a ampliação das matrículas também nas instituições particulares. Com isso, o Brasil saltou de 3,5 milhões de alunos no ensino superior em 2002 (graduação), para 6,2 milhões na gestão DILMA. No período foram criadas 18 novas universidades públicas e os campi federais foram multiplicados. A rede de escolas técnicas (os atuais IFES) foi ampliada e modernizada, passando de 140 unidades em 2002 (FHC), para 562 em 2014 (DILMA), um crescimento de 303%. A política de cotas, tão contestada no início, se revelou um sucesso que hoje
democratiza, diversifica e enriquece o ambiente universitário da grande maioria das Instituições brasileiras, ao tempo que promove a necessária justiça social. Pelo trabalho dos governos Lula e Dilma, o país tem hoje um dos maiores, mais estruturados e completos programas de pós-graduação e fomento à pesquisa do mundo.

7. Com a criação do PROUNI, mais de 1,9 milhão de jovens de baixa renda conseguiram fazer uma faculdade. Estudantes contam ainda com o FIES - 560 mil contratos de financiamento estudantil.
Prioridade é colocar em prática a inclusão e a ampliação de oportunidades para todos. Hoje não há família brasileira em que um de seus membros não tenha feito, esteja fazendo ou logo fará uma
faculdade. Para comparar, basta lembrar como era 12 anos atrás.

8. Prioridade é ter criado o PRONATEC que hoje garante formação profissional básica para 8 milhões de trabalhadores articulando as redes públicas de formação profissional, o SENAI, o SENAC e outras instituições especializadas.

9. Prioridade é ter feito o "Ciência sem Fronteiras" - o governo federal financiando os cursos de 86 mil estudantes brasileiros nas melhores universidades do mundo. Graças a todo esse trabalho, uma
nova geração de profissionais de formação mais elevada está sendo preparada para liderar o grande salto do nosso desenvolvimento com justiça social.

Cesar Callegari
Cesar Callegari. Sociólogo. Secretário Municipal de Educação de São Paulo, Membro do Conselho Nacional de Educação e Coordenador da Câmara Temática de Educação da Região Metropolitana de São Paulo. Foi Secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Diretor de Operações do SESI-SP e Membro do Conselho de Governança do Movimento Todos pela Educação. Na área científica, foi Secretário Executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia, Presidente do Instituto Brasileiro de Sociologia Aplicada - IBSA e Presidente do Conselho Administrativo da FINEP. Foi Deputado Estadual por dois mandatos e é autor de vários trabalhos publicados sobre educação pública.

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Grato a todos e todas..

Agora é oficial, tive 1.808 votos para Deputado Estadual e gostaria muito de agradecer a todos e todas que compartilharam conosco essa possibilidade de fazer politica de forma diferente e construir um mandato de fato popular, não poderia deixar de agradecer meu Pais, irmão e namorada por todo empenho e dedicação a nossa luta e demais amigos e amigas que estiveram conosco todos os dias nas ruas, fazendo reuniões com moradores, panfletando e compartilhando dessa vontade de mudar nossa realidade politica. 


Dentro de nosso contexto, onde saímos as ruas sempre após as 17:00, com uma equipe enxuta com menos de 10 pessoas, sem campanha em outras cidades, apenas em Ribeirão e com limites orçamentários, aumentamos nossa votação em Ribeirão que ficou acima da minha última de vereador e conseguimos muitos votos em diversas cidades além de mantermos nosso compromisso com o candidato Deputado Federal Orlando Silva que foi eleito com mais de 1.500 votos em nossa cidade.



Por isso acredito que tivemos um grande avanço diante de todas as diversidades de uma campanha eleitoral que é extremamente capitalizada e disputada, mais uma vez meus sinceros agradecimentos a todos e todas e com a certeza que nossa luta não começa e nem se encerra nas disputas eleitorais, pois é dentro da sala de aula como professor e dirigente sindical que vamos todos os dias construindo as possibilidades de transformar nossa realidade por outra sociedade possível, fraternos abraços e a luta continua hoje e sempre..



terça-feira, 15 de julho de 2014

Por uma Nova Politica



Biografia Politica:

Fábio Sardinha

Fábio Henrique Granados Sardinha sou comunicador formado pelo SENAC onde atuei em programa de rádio comunitário na rádio educativa, sempre defendendo a democratização dos meios de comunicação participando dos principais fóruns de debate sobre essa temática,  também professor de História formado no ano de 2007, hoje ministrando aulas na rede pública de ensino do Estado de São Paulo, recentemente fui eleito Conselheiro Estadual na Apeoesp onde lutamos por melhores condições de trabalho, salário e qualidade de vida para professores, professoras e alunos da rede pública paulista.
Iniciei minha trajetória no movimento estudantil em 1999, quando ganhei a eleição do Grêmio tradicional de nossa cidade Olavo Bilac na escola estadual Otoniel Mota, lutando por uma educação pública de qualidade junto com os professores que desde daquela época tinham seu salários sucateados, também na mesma época fizemos vária manifestações pelo passe livre estudantil em nossa cidade.
Em 2003 participei do Fórum Social Mundial em Porto Alegre com uma oficina sobre Conselhos Municipais de Juventude como também participei em 2004 do Plano Nacional de Juventude representando a cidade, e nesse ano tive o prazer de presidir o conselho municipal de juventude que foi organizado no mesmo ano, fui candidato a vereador em 2004 fazendo um trabalho junto à juventude e famílias que resultou em 356 votos.
Em 2005 iniciei a faculdade de História onde ingressei no diretório acadêmico que tive o prazer e honra de presidir participando das atividades como diretor da UEE-UNE lutando contra a mercantilização da educação e lutando contra os abusos das mensalidades, foi nesse período que me filiei à União da Juventude Socialista (UJS).
Dois anos depois, em 2008 era presidente da UJS municipal e diretor estadual da entidade e já atuando como Vice Regional UEE colaborando na organização dos diretórios acadêmicos e nas lutas do movimento estudantil fui candidato novamente pelo Partido Comunista do Brasil (PcdoB), onde tive 459 votos para vereador.
Também ingressei no curso de Jornalismo durante o ano de 2010 no Centro Universitário Barão de Mauá onde tive o prazer de presidir o Diretório Acadêmico desenvolvendo vários trabalhos junto aos estudantes, trabalho esse que desencadeou uma ação civil no Ministério Público por abuso de mensalidades, devido ao alto custo das mensalidades, tive que trancar o curso e comecei Radialismo no SENAC e paralelamente desenvolvendo um trabalho em rádio comunitária em 2011, tive o prazer de ser um dos organizadores da etapa municipal da conferência municipal de juventude em nossa cidade e da etapa regional, onde fui eleito delegado representando a cidade nas etapas estaduais e nacional da conferência, onde aprovamos o estatuto da juventude e o plano nacional de juventude, todo este trabalho resultou em uma das maiores vitórias da Juventude Ribeirão Pretana que foi o Passe Livre estudantil, que devido a nossa mobilização a partir do ano de 2013 nenhum estudante da rede pública municipal e estadual não paga pelo transporte em nossa cidade, no dia 15 de dezembro de 2011 esta medida foi anunciada onde estive presente na prefeitura de nossa cidade representando os estudantes.
Em 2012 disputei eleições municipais, onde com muita luta com apoio de amigos, familiares e movimento que participamos tivemos a 2° colocação no Partido com 1036 votos para vereador.
Também em 2013 atuando em nosso sindicato Apeoesp denunciando os problemas da escola pública paulista e através de muita luta e organização garantir avanços para educação com a devida valorização dos professores e professoras, deviso a essa luta fui eleito como Conselheiro Estadual em conjunto com mais 14 professore e professoras que hoje fazem parte também da direção executiva da Apeosep subsede de Ribeirão Preto.
Sempre morei no bairro Adelino Simioni onde em conjunto com os moradores desenvolvemos trabalhos pela valorização do bairro, já fiz parte da associação de moradores e hoje atuo também em escola do bairro e em curso popular comunitário para jovens de escola pública ingressarem na universidade.
Procuro na organização de um mandato de fato popular construído com o povo e para o povo, dedicado ao desenvolvimento de nossa Cidade e de nosso Estado atrelado as demandas de nossa sociedade, buscando o fortalecimento de um projeto de transformação de nossa sociedade, pela defesa dos interesses da juventude e dos trabalhadores.


Principais Propostas:


Sempre atuei na política com a premissa de que política tem que ser feita para mudar a vida das pessoas.

Sempre me coloquei a disposição para ser um instrumento de luta pelos nossos sonhos.

Todos os homens e mulheres que almejam construir uma sociedade mais justa precisam saber ouvir a população com o coração aberto e ter muita humildade para aprender.
Nesses último doze anos o Brasil mudou muito.

Nosso país avançou no combate a pobreza extrema, a renda média do brasileiro cresceu mais, pessoas tiveram acesso à universidade e nos tornamos uma Nação com mais protagonismo mundial.

O Brasil mostrou que é possível governar com competência e com o coração. Que é possível fazer desenvolvimento e justiça social ao mesmo tempo. Não há contradição!

O Brasil elegeu o primeiro operário e a primeira mulher Presidente em sua história, nós amadurecemos, vivemos um grande momento para as cidades!

Mas mesmo assim Ribeirão Preto e nosso Estado precisa e carece de avançar mais, é preciso ter mais creches para as mães trabalhadoras; melhorar o sistema de saúde de nossa cidade, melhorar a qualidade do nosso Transporte Coletivo, trazer mais segurança para as famílias porque a insegurança ainda é uma realidade em nossa cidade – sejam as pessoas mais pobres vitimas do tráfico e da violência, sejam as famílias de classe média vitimas do assalto e também das drogas.

E é exatamente por isso que estou aqui,  dois anos depois de minha última disputa para vereador, pois temos um passivo de problemas sociais e temos a obrigação de nos projetarmos para o futuro. Por isso concorro pela primeira vez a Deputado Estadual.

Meu adversário nessa eleição não é outro candidato. Não é ele quem nós vamos desafiar nessa campanha.

Meus adversários são os problemas de nossa cidade e de nosso Estado, e são por eles que me coloco a disposição para mudarmos essa realidade e isso só será possível através de nossa organização unidos em um único objetivo de que é possível fazer política de forma diferente com o povo e para o povo , e isso só é possível porque acredito no povo de nosso Estado, se o Brasil pode mudar, nosso Estado também pode e isso só depende de nós.

Eu quero ser Deputado Estadual para interromper esse ciclo em que os governos mudam, mas os mesmos problemas ficam, só podemos mudar a realidade quando mudamos de atitude, e faço um clamor que nesse ano sermos ousados em mudar o voto, não só votando no novo, mas o novo que possibilita de fato as mudanças necessárias.

Meus adversários são os problemas da população, e meus aliados são as pessoas de nossa cidade.

Cada cidade tem a sua alma, e na alma de Ribeirão Preto temos a distinção e pioneirismo de nossa tradição do período do café, a nossa inconformidade com as injustiças sociais que nesse ano resultaram em uma verdadeira mudança nos rumos políticos de nossa cidade, e isso ficou evidente nos últimos desdobramentos de nossa cidade como nas organizações das conferências municipais que desencadearam no passe livre estudantil, nas manifestações na câmara por mais transparência e dialogo com a população se tornaram ícones de nossa história política.

Eu quero ser um Deputado que encarne essa alma das mudanças necessárias, e fazer um mandato que se reencontre com o espírito que sempre marcou essa cidade. O espírito corajoso, ousado, inovador que vêm das ruas e das casas daqueles que principalmente não agüentam mais essa maneira de fazer política atrasada e atrelada ao coronelismo de plantão que ainda persiste em nossa cidade, mas já se encontra em plena decadência.

Porque queremos ser a 1ª capital do Brasil em cobertura da rede de saúde da família, sendo ribeirão a capital da saúde pública de qualidade com o melhor serviço de saúde pública do Brasil. Não queremos ser, entre as cidades, a que tem a menor cobertura de creches.

Queremos ser a capital nacional do cuidado com a infância, de verdade, e não só na propaganda.

Porque nós não nos conformamos em ter índices de roubo e furtos maiores de nossa região.

Precisamos reencontrar esse espírito de mudança porque o transito da nossa cidade precisa de soluções pra agora, não podemos esperar  15 ou 20 anos.

Nossa economia precisa ocupar um espaço mais importante nesse Brasil que cresce, investindo na economia criativa, na alta tecnologia, atraindo empresas e sim, baixando impostos para o crescimento de nosso distrito industrial.

Quando os problemas não mudam, como resolvê-los? Mudando as idéias, as saídas, e a atitude com que se enfrentamos esses problemas.

Por isso, o que a nossa cidade precisa não é a mera continuidade do que aí está em nossa Assembléia Estadual. Ela precisa de uma alternativa mais avançada, sintonizada com o Brasil e com o nosso tempo. E mudar a atitude e o jeito de fazer significa modernizar a forma de atuação dos Deputados Estaduais. Eu quero uma Assembléia inovadora, moderna para nosso Estado e atrelada às mudanças necessárias para o nosso povo.

Em 2014 avançar significa mudar, modernizar com ousadia e atitude!

Modernizar significa menos conchavos políticos, e mais especialistas no comando do serviço ao cidadão. Buscar na inteligência da cidade as saídas que a política tradicional não consegue mais produzir. Moderno é valorizar o funcionalismo público Estadual!

Modernizar a gestão é ser transparente de verdade, é fazer do orçamento Participativo um instrumento de controle do governo pela comunidade, e não um palco de proselitismo político.
É governar com metas e em parceria com a população. É usar a informatização e a comunicação pra acabar com as filas de saúde, pra tornar nosso Estado mais seguro.

Modernizar a gestão é uma nova atitude política, é gastar mais em ciclovias, e menos na propaganda de ciclovia.

Modernizar é fazer atual o sonho de erradicar a miséria em uma realidade.
Moderno é criança na escola. Moderno é não adoecer. Moderno é ser sustentável de verdade.

Não quero ser Deputado para fazer mais do mesmo. Vamos, também, avançar, fazer uma administração mais democrática e participativa de fato através de um mandato popular construído para e com o povo, moderno, dinâmico, criativo, iniciando um novo ciclo de mudanças. Esse é o mandato que busco e o Deputado que desejo ser.

E à hora é agora, São Paulo não pode não pode mais desperdiçar esse momento.

Uma nova atitude não é colocar gente na rua paga para fazer campanha.

Quero ser o Deputado para iniciar uma revolução no que tange na fiscalização dos recursos públicos destinados ao atendimento da nossa população.

Quero ser Deputado para assumir esta responsabilidade, vamos juntos construir esta grande avenida que levará Ribeirão Preto e São Paulo a ser a capital nacional da igualdade, a capital nacional da justiça social, a capital da qualidade de vida.

Mas trago uma experiência em especial que me orgulha: conheço os problemas do povo dessa nossa cidade.

A experiência de conhecer as novas políticas públicas que são feitas nos governos Lula e Dilma, principalmente na área de juventude em outras cidades do Brasil e do mundo.

O debate nessa eleição não é sobre quem é ou não experiente. Mas sobre qual tipo de experiência queremos: das soluções que não resolvem, dos problemas que continuam da política tradicional onde os interesses dos partidos e o loteamento de cargos estão acima da cidade, ou a experiência das novas soluções, de uma nova mudança, construído em conjunto com movimentos e a sociedade civil organizada.

E à hora é agora, de construir e avançar mais, de renovar as soluções, de virar mais uma página na história da nossa cidade e de nosso Estado.

Tenho orgulho da minha trajetória, que construí sem padrinhos ou máquinas, filho de trabalhadores onde aprendi com meus pais caminhando com meus próprios pés, de mãos dadas com nossa população, uma caminhada na qual se juntam ano a ano mais homens, mulheres, jovens, adultos, idosos, pessoas de todas as cores e crenças que tem em comum o sonho de uma vida melhor.

Tenho orgulho de fazer parte de uma geração de homens e mulheres que está mudando a política, com uma nova atitude para enfrentar os problemas e subverter os padrões da política tradicional.

Chegou nossa hora e eu estou – graças a cada um de vocês – pronto preparado para construir um mandato de fato popular, a hora é agora, vamos dar o passe livre para as mudanças.


E, juntos, vamos construir nossa vitória! Conto com vocês para juntos construirmos um mandato de fato popular.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

24 ANOS DO ECA

Gostaria de convidar todos os amigos e amigas para esse debate importante e necessário sobre os 24 Anos do Estatuto da Criança e Adolescente, uma reflexão necessária sobre os avanços e demandas que ainda não foram plenamente atingidas, faça parte também dessa construção, abaixo segue o convite com data e local.
24 ANOS DO ECA
(Estatuto da Criança e do Adolescente)
“Avanços e Desafios do ECA”
Dia - 17/07/2014
Horas - 13:30 às 17:00
Local - Auditório Dom Alberto José Gonçalves (Centro de Pastoral) - Rua: Prudente Moraes, nº 409 - centro - Ribeirão Preto.
Debatedores
Dr. Luís Henrique Paccagnella - Promotor da Vara da Infância e da Juventude de Ribeirão Preto
Silvia Helena Seixas Alves – Coordenação Nacional de Entidades Negras (CONEN) e Instituto Plural de Educação e Cidadania
Leandro Gabarra – Psicólogo, Educador Social. Psicoterapeuta fenomenólogo, Assessor e consultor para a área da infância e juventude, Especialista em Competências Gerenciais Públicas, Conselheiro do CMDCA de Ribeirão Preto, Membro da Comissão de Ética do CRP SP.
Mediador – Fábio Sardinha - Professor e Conselheiro Estadual Associação dos Professores Ensino Oficial Estado de São Paulo (APEOESP)

Realização: Conselhos Tutelares de Ribeirão Preto
Apoio: MP – CRP – CENTRO PASTORAL - SUPERMECADO SAVEGNAGO

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Nova Classificação Subsede


Gostaria de agradecer novamente a todos professores e professoras pelo voto de confiança em nosso projeto debatido com a base nessa última eleição de nossa entidade, pois após nova classificação assumo como Conselheiro Estadual, isso só demonstra que teremos muitos desafios pela frente e sempre com o compromisso de lutar por um sindicato cada vez mais combativo, democrático e representativo junto a categoria, esse é e sempre serão os pilares fundamentais de nossa luta, abaixo segue lista com nova classificação.

LISTA DE APURAÇÃO DA ELEIÇÃO DE CER/CRR - 2014/2017
SUBSEDE: RIBEIRAO PRETO
Total dos Votos Válidos 1540 95,18%
Total dos Votos Brancos 10 0,62%
Total dos Votos Nulos 68 4,20%
Total Geral de Votantes 1618 100,00%
Nº de sócios da Subsede 2897
Nº de vagas ao CER 14
Nº de vagas ao CRR 32
Nº de Candidatos 75
Nº de CRR efetivos 32
Nº de CRR suplentes 32
Nº de CER efetivos 14
Nº de CER suplentes 14
DIRETORIA EXECUTIVA
Class. Nome da Diretora Votos %
1 FATIMA DA SILVA FERNANDES 628 38,81% MEMBRO NATO
Ordem de classificação - 06/05/2014
Class. Nome do Candidato Votos % CER CRR DIR
1 MAURO DA SILVA INACIO 704 43,51% E E
2 ANA AMALIA PEDROSO CURTARELLI 692 42,77% E E
3 MARTA MOREIRA MACHADO 669 41,35% E E
4 NEUSA TEREZINHA DO NASCIMENTO 660 40,79% E E
5 MARIA TEREZA MORO 649 40,11% E E
6 MAURICIO AVANCINI 645 39,86% E E
7 EUNICE LOURENCO 641 39,62% E E
8 JOSE RENATO MORAES 634 39,18% E E
9 FRANCISCO NORONHA DE OLIVEIRA 606 37,45% E E
10 JOAO RICARDO MACHADO 600 37,08% E E
11 JULIO CESAR BRANDAO 592 36,59% E E DEC
12 ANTONIO CARLOS RIBEIRO 580 35,85% E E
13 JOSE FRANCISCO DA SILVA 575 35,54% E E
14 FABIO HENRIQUE G SARDINHA 572 35,35% E E
15 ANTONIA SILVA 568 35,11% S E
16 WELLINGTON RODRIGUES DA SILVA 566 34,98% S E
17 MARIA ELIZETE S FERNANDES 562 34,73% S E
18 SANDRA APARECIDA MELLO TEODORO 559 34,55% S E
19 SUELI PINTO ARANTES 546 33,75% S E
20 JOSE CARLOS GIROTTO 545 33,68% S E
21 JOSE LUIZ ZANARDO 534 33,00% S E
22 CASSIA REGINA VIANA 533 32,94% S E
23 MARIA CATARINA F L DE OLIVEIRA 526 32,51% S E
24 OSWALDO FERREIRA ALVES FILHO 523 32,32% S E
R
E
S
U
M
O
Secretaria Geral de Organização NELLA GONÇALVES - MAIO/2014
25 ROBERTO FERNANDES TOFOLI 517 31,95% S E
26 ROGERIO FERNANDO C ALVARENGA 507 31,33% S E
27 REGINALDO JOSE NEPOMUCENO 501 30,96% S E
28 ROGERIO FILGUEIRAS DE PAULA 494 30,53% S E
29 JAIR FORTUNATO BORGES JUNIOR 492 30,41% -X- E
30 IVAN SALES 483 29,85% -X- E
31 SAMIA ROBERTA BUDIS DA SILVA 482 29,79% -X- E
32 ANA CRISTINA P LUIZ 448 27,69% -X- E
33 PAULO FILGUEIRAS 438 27,07% -X- S
34 JANE APARECIDA GOTTARDO 437 27,01% -X- S
35 RUTH RIBEIRO DEMENDONCA 434 26,82% -X- S
36 CASSIO LUIZ DE OLIVEIRA 431 26,64% -X- S
37 FERNANDO BARBOSA ALEXANDRE 428 26,45% -X- S
38 VICTOR HUGO JUNQUEIRA 425 26,27% -X- S
39 BENEDITA APARECIDA MARTINS 419 25,90% -X- S
40 LUIZ RAMOS BISPO 417 25,77% -X- S
41 IRACY FREIRE S FRANCISCHINI 406 25,09% -X- S
42 CLAISON MALDONADO DAS NEVES 399 24,66% -X- S
43 DENISE CARDOSO DE SOUZA 399 24,66% -X- S
44 CLAUDIA REGINA LUBAO C SOARES 352 21,76% -X- S
45 LISABETE AMIM 328 20,27% -X- S
46 EMILIO GONZALEZ HERNANDEZ 319 19,72% -X- S
47 MAICON EDVALDO NICOLINO 291 17,99% -X- S
48 CARLA GONCALVES BOSCATO CASTRO 282 17,43% -X- S
49 ADILSON SANTOS MELO LIMA 274 16,93% -X- S
50 ELAINE SOUSA GUIDETI JUNQUEIRA 250 15,45% -X- S
51 JOSE DOS REIS SANTOS 235 14,52% -X- S
52 SANDRA MARIA FRASCA 234 14,46% -X- S
53 ANGELA APARECIDA PIMENTA 223 13,78% -X- S
54 ELENICE GRACA FONSECA GUIDONI 223 13,78% -X- S
55 CONCEICAO APARECIDA ALVES 213 13,16% -X- S
56 MARCIANA JOSE DA SILVA 203 12,55% -X- S
57 JUDITE DOS SANTOS MARTINS 200 12,36% -X- S
58 JULIO JOSE BIZZIO 192 11,87% -X- S
59 WILLIAN DIAS DOS SANTOS 186 11,50% -X- S
60 FAUSTO JOSE COPELLO 179 11,06% -X- S
61 MARCELO FERREIRA DOS ANJOS 179 11,06% -X- S
62 KARINA RODRIGUES PEREIRA 172 10,63% -X- S
63 ROBERTA CAUCHICK 170 10,51% -X- S
64 GERCINA APARECIDA BARBOSA 160 9,89% -X- S
65 JOSE VALTER COSTA 158 9,77% -X- -X-
66 MARIA ISABEL DARIN MEDEIROS 158 9,77% -X- -X-
67 EDSON SPRESSOLA JUNIOR 157 9,70% -X- -X-
68 EDUARDO ROXO MARQUES 146 9,02% -X- -X-
69 FERNANDA CRISTINA RAMOS 142 8,78% -X- -X-
70 ROMULO FRANCISCO DE CASTRO 136 8,41% -X- -X-
71 MATHEUS MENEGUCI BATIZZOCO 129 7,97% -X- -X-
72 PATRICIA DEMORAIS NOGUEIRA 122 7,54% -X- -XSecretaria
Geral de Organização NELLA GONÇALVES - MAIO/2014
73 MARCUS FRONZA SARACENI 111 6,86% -X- -X-
74 MARCIA CHRISTIANE Z CARNEIRO 105 6,49% -X- -XSecretaria

terça-feira, 17 de junho de 2014

Informes sobre Educação, Prova do Mérito e Prêmio Professores do Brasil

EDUCAÇÃO EM NOTÍCIAS


Notícias sobre educação dos principais órgãos de imprensa!



Impressos

Sai hoje resultado de prova do reajuste –Agora A13 - 14/06/2014
Triste lição – Diário do Grande ABC 2 - 15/06/2014
Alunos atrasados somam 36,6 mil – Diário do Grande ABC Setecidades 3 - 15/06/2014
Estados e cidades têm um ano para planejar educação – Estado de S.Paulo A16  16/06/2014



Web





Secretaria de Comunicações
Apeoesp (11) 3350.6027/6024/6113/6057

Sr (a) Diretor (a)

segue informação 10 do Boletim CGEB 67 para conhecimento e ampla divulgação!!!


INFORMAÇÃO 10


Estão abertas, até 15 de setembro, as inscrições para a 8ª edição do Prêmio Professores do Brasil, iniciativa da Secretaria de Educação Básica do MEC com o apoio de instituições parceiras.



O Prêmio, instituído em 2005, busca reconhecer, premiar e divulgar o mérito de professores das redes públicas de ensino, pela contribuição dada para a melhoria da qualidade da educação básica de nosso país. Estão aptos a se inscreverem todos os professores do sistema público de ensino brasileiro, da Educação Infantil até o final do Ensino Médio.



Neste ano, o Prêmio Professores do Brasil foi dividido em temas livres e temas específicos. São 40 premiados a cada ano — oito em cada região do país — em oito categorias:

 Educação Infantil

 Anos Iniciais do Ensino Fundamental

 Anos Finais do Ensino Fundamental

 Ensino Médio

 Educação Integral

 Ciências para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental

 Alfabetização nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental

 Educação Digital Articulada ao Desenvolvimento do Currículo



Solicitamos ampla divulgação a todas as escolas de sua jurisdição. Para outras informações acesse o site do Prêmio. http://premioprofessoresdobrasil.mec.gov.br/




Atenciosamente,

            Gisele Salvi
Diretor Técnico I - Núcleo Pedagógico
        derptnpe@see.sp.gov.br
DER-Ribeirão Preto (16) 3519-3923
[https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRz1VmL69OGLsyTVbf0aiQ-kfo8sU6X4PhQYAwWPzPnRDyccmU98Q]


Prova de Promoção/Mérito 2014 (Incrições e Informações/materiais úteis para estudo) /// Programa NTNP /// Escola melhora desempenho em matemática com aula de educação financeira‏

PARA OS COMPANHEIROS E COMPANHEIRAS QUE VÃO PARTICIPAR DA PROVA DO MÉRITO
===========================================================





PROVA DE PROMOÇÃO/MÉRITO 2014
Inscrições para promoção salarial de professores da rede começa em junho
Entre 2 e 16 de junho, professores poderão se inscrever em prova que define reajuste salarial
Os professores da rede estadual paulista poderão se inscrever a partir do dia 2 de junho na avaliação que garante aumento salarial pelo mérito. O prazo de inscrições vai até o dia 16. Os exames serão aplicados nos municípios-sede das 91 diretorias regionais de ensino nos dias 24 e 31 de agosto. 

Faça a sua inscrição pelo GDAE
http://drhunet.edunet.sp.gov.br/portalnet/ “utilize o Internet Explorer”
1.Faça o seu login “Usuário e Senha”
2.Clique em “ENTRAR”
3.Clique em “PROMOÇÃO QM”
4.Clique em “Cadastro/Inscrição”

INFORMAÇÕES E MATERIAIS ÚTEIS PARA ESTUDO

RESOLUÇÃO SE-52 de 14/08/2013
“Substitui a Resolução SE-70 de 26/10/2010”
Dispõe sobre os perfis, competências e habilidades requeridos dos Profissionais da Educação da rede estadual de ensino, os referenciais bibliográficos e de legislação, que fundamentam e orientam a organização de exames, concursos e processos seletivos, e dá providências correlatas.

PASSO A PASSO DA RESOLUÇÃO Nº52/SEE

BIBLIOGRAFIA CRE MARIO COVAS

BIBLIOTECAS NO ESTADO DE SÃO PAULO PARA CONSULTA E/OU EMPRÉSTIMO

SERVIÇOS OFERECIDOS AOS CANDIDATOS PELO CRE MARIO COVAS

Currículo do Estado de São Paulo
Em 2013, a Secretaria da Educação lançou uma atualização do Currículo do Estado de São Paulo. Com a publicação de uma nova edição, a Secretaria manifesta a expectativa de que as orientações didático-pedagógicas nele contidas contribuam para que se efetivem situações de aprendizagem em cada disciplina integrante do Ensino Fundamental e do Ensino Médio nas escolas da rede pública estadual.
Preparados por especialistas de cada área do conhecimento, com a valiosa participação crítica e propositiva dos profissionais do ensino, o Currículo do Estado de São Paulo constitui uma orientação básica para o trabalho do professor em sala de aula.
O esperado é que todos esses materiais contribuam para valorizar o ofício de ensinar e para formar crianças e jovens acolhidos pela rede estadual de ensino.
No material disponível abaixo você pode tanto fazer download do documento, quanto consultar o currículo online:
Ciências da Natureza - clique aqui para fazer o download ou acesse o currículo online.
Ciências Humanas - clique aqui para fazer o download ou acesse o currículo online.
Linguagem e Códigos - clique aqui para fazer o download ou acesse o currículo online.
Matemática - clique aqui para fazer o download ou acesse o currículo online.

Caderno do Professor

Caderno do Aluno

Biblioteca da CGEB na Intranet Espaço do Servidor


Olá Professor,
Você sabia que já está no ar a Nova Plataforma Currículo+ ?
O novo ambiente virtual já conta com mais de 1.500 sugestões de recursos digitais pedagógicos mapeados e classificados de acordo com o Currículo do Estado de São Paulo. O acesso ao acervo de vídeos, áudios, simuladores, infográficos, jogos, aplicativos e outros recursos educacionais complementares ao ensino é gratuito, abrange todos os anos do Ensino Fundamental e Médio, e pode ser realizado por qualquer usuário da internet (sem necessidade de login).
Para saber mais acesse a Intranet Espaço do Servidor www.intranet.educacao.sp.gov.br

A Nova Plataforma “Currículo+” faz parte do Programa Novas Tecnologias, Novas Possibilidades que conta também com as plataformas: “Professor 2.0” e “EVESP”.

Programa Novas Tecnologias, Novas Possibilidades

Professor 2.0
http://www.professor20.educacao.sp.gov.br/home
Com o objetivo de criar uma rede de colaboração entre os profissionais da educação, a Plataforma Colaborativa Professor 2.0 ambiente onde profissionais da rede da educação do estado de São Paulo poderão encontrar Práticas Pedagógicas, se comunicar com seus pares de forma rápida e eficaz.
Plataforma Colaborativa Professor 2.0 é formada por Comunidades, isto é, os usuários poderão associar seu perfil a colegas com objetivo comum na produção e divulgação de conhecimentos produzidos na rede, além de ser uma rede de apoio, onde será possível aprender com os colegas novas metodologias.

Currículo+
O Projeto Currículo+, iniciativa integrante do Programa Novas Tecnologias – Novas Possibilidades da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, desdobra-se a partir da disponibilização de uma plataforma de sugestões de conteúdo digital (vídeos, animações, jogos digitais, simuladores, infográficos e áudios) como recurso pedagógico complementar, selecionados segundo o Currículo do Estado de São Paulo por meio de um processo contínuo de construção coletiva com educadores da Rede.

EVESP – Escola Virtual de Programas Educacionais do Estado de São Paulo
A Escola Virtual de Programas Educacionais do Estado de São Paulo (EVESP) foi criada, no âmbito da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, pelo Decreto n° 57.011, de 23 de maio de 2011, com a finalidade de oferecer programas educacionais regulares, especiais e de capacitação em situações que requeiram atendimentos a necessidades de grupos específicos da população.
Sob supervisão pedagógica da Coordenadoria de Gestão da Educação Básica (CGEB), desenvolve programas e cursos de acordo com as diretrizes curriculares nacionais e as deliberações do Conselho Estadual de Educação.
Legislação


Escola melhora desempenho em matemática com aula de educação financeira
Além de melhorar resultados, os alunos do Ensino Fundamental também mudaram hábitos de consumo
http://www.educacao.sp.gov.br/noticias/escola-melhora-indices-do-saresp-em-matematica-com-aula-de-educacao-financeira
Vale a pena conferir o vídeo com os depoimentos das crianças!


Abraço,


                                                                         Equipe Curricular de Matemática